Follow by Email

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Polícia não descarta vingança em morte de ex-BBB A Polícia Civil trabalha com a tese de latrocínio (roubo seguido de morte) na investigação sobre a morte do ex-big brother André Luis Gusmão de Almeida, o Caubói. Ele foi assassinado na madrugada de hoje na sua chácara em Alumínio, no interior de São Paulo. A polícia, porém, não descarta a possibilidade da morte ter sido provocada por vingança. Caubói tinha se desentendido com vizinhos e chegou a cavar uma valeta na estrada de terra em frente à chácara para que os veículos reduzissem a velocidade. Além disso, seu sushi bar, que funcionava no local, estava em dificuldade financeira. O ex-big brother, de 37 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça. Ele estava na chácara com a mulher Luciana Gusmão de Almeida e três dos quatro filhos quando os cães começaram a latir no quintal. De acordo com a esposa, ele saiu da casa para verificar do que se tratava, quando se ouviu um disparo de arma de fogo. Ela chamou por ele, mas o marido não respondeu. Caubói foi encontrado sangrando na cabeça, na entrada da casa do caseiro, que naquele momento estava vazia. A mulher chamou a Polícia Militar. Ele foi levado ainda com vida para o Hospital Regional de Sorocaba, mas não resistiu. O hospital informou que a vítima deu entrada às 3h34 e morreu às 5h50. A bala perfurou o crânio acima da nuca e atingiu o cérebro. De acordo com Luciana, seu marido tinha o hábito de fazer ronda pelo sítio sempre que os cães faziam barulho. Na madrugada do crime, ela tentou dissuadi-lo de sair, alegando que fazia muito frio. De acordo com a delegada da Polícia Civil de Alumínio, Luciane Toledo, a mulher constatou ter sido levada uma TV de LCD da moradia do caseiro. Almeida ficou conhecido por sua participação no programa Big Brother Brasil, um reality show da TV Globo, em 2009. Depois de ser eliminado do programa, atuou em filmes pornôs e gravou um CD sertanejo. Seu corpo foi levado para o velório em Alumínio. Fonte: Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário